.post img { max-width: 500px; height: auto;

terça-feira, 28 de junho de 2011

Separe o lixo e acerte na lata

"Separe o lixo e acerte na lata"; Este é o título da campanha lançada em 20 de maio pelo MMA – Ministério do Meio Ambiente, em parceria com o MDS – Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome para ajudar a esclarecer as dúvidas na hora de fazer a separação do lixo úmido e seco em nossas casas. Ontem assisti a um dos vídeos da campanha e fiquei encantada com a simplicidade da linguagem e a clareza das informações. Pesquisando sobre o assunto encontrei uma matéria sobre o lançamento da campanha feita pela jornalista Débora Spitzcovsky no site Planeta Sustentável. Abaixo alguns trechos da matéria que você podem ler na íntegra no link do site e um dos três vídeos lançados para a campanha (o que eu assisti ontem).

(...) A ideia é mostrar, a partir de uma linguagem simples e didática, como deve ser feita a separação do lixo nas residências e, ainda, revelar os benefícios da coleta seletiva – e, consequentemente, do reaproveitamento dos materiais descartados – para o planeta, a fim de convencer cada vez mais pessoas a aderir à prática.
Para isso, a campanha conta com três filmes de 30 segundos para TV, além de anúncios para revistas, spot para rádio e banners de internet, que em sua primeira fase focam em quatro resíduos muito comuns nas lixeiras de todos os brasileiros: cascas de banana, embalagens longa vida, garrafas PET e latinhas de alumínio.
Você sabia, por exemplo que, depois de recicladas, as PETs podem ser usadas na confecção de tecidos, vassouras, madeira sintética e até casco de barco? Já a embalagem longa vida pode ser útil na fabricação de telhas e papel. No entanto, as peças publicitárias mostram que a reciclagem desses materiais se torna muito mais fácil se eles já são separados e limpos nas próprias residências. O que custa ajudar? 

O vídeo que eu assisti e gostei muito, principalmente devido à objetividade das informações em linguagem muito clara. É apenas um dos três vídeos lançados.


Fiquei então pensando o quanto é fácil adotar esta iniciativa. O simples fato de separar o lixo orgânico do lixo seco, ainda que em nossa cidade não aconteça a coleta seletiva em caminhões especiais, facilita o trabalho dos catadores, responsáveis por grande parcela do reaproveitamento do lixo cujo material seja reciclável. Uma dica que já adoto, independente da questão da reciclagem: Nunca deixar vidro (inteiro ou quebrado) misturado ao lixo comum em sacos plásticos. São frequentes as ocorrências de acidentes tanto com os garis quanto com os catadores, decorrentes da falta de cuidado com os vidros descartados. Sempre deixo para jogar fora os vidros que não consigo reaproveitar dentro de alguma caixa de papelão, devidamente lacrada. Acho que é o mínimo que podemos fazer, respeitando o profissional que trabalha com o lixo.

Aproveitando a oportunidade resolvi pesquisar algumas alternativas para fazer esta separação de forma que não cause tanto impacto em nossa cozinha ou área de serviço e encontrei muitas alternativas charmosas!!!

Imagem: Alibaba

Assim como no post sobre garagens aqui foi usado o painel microperfurado para pendurar as lixeiras.
Adorei as idéias das caixas para acondicionar jornais e revistas velhos de forma oganizada.

Imagem: Ohdeedoh

As alternativas abaixo são super charmosas e perfeitas para garrafas em geral (plásticas ou vidro).

Imagem: Charleston Mag

Imagens: Homes ninemsn

Cheias de estilo, infelizmente acredito que os armários em metal ainda não chegaram ao Brasil

Imagens: All Things Green / Cidades Delgadas

Achei o máximo esta opção em que podemos reaproveitar as sacolas de mercado
(ainda que o ideal seja abolir o uso deste tipo de sacola):

Imagem: This Next

As demais alternativas são adaptáveis aos armários, podendo ficar embutidas.

Imagem: Am kitchens ltd

 Imagem: Hafele 

Imagem: Ornare / The Bin Company

E por fim a boa, velha e igualmente eficiente lixeira comum com separação do lixo seco / orgânico:
Imagem: JD Organizer

Vamos nos animar e adotar a idéia??!!
Vou providenciar a minha lixeira urgente!!!

Grande abraço a todos!!!

5 comentários:

  1. Carla boa noite, seja muito bem vinda ao CASA, ja te sigo também e ja me encantei com o pouco que vi ...
    Lindo o seu blog!
    Bj e uma otima quarta -feira!
    Valeria

    ResponderExcluir
  2. Há anos separamos o lixo orgânico do reciclável aqui em casa,Carla.
    Sorocaba tem uma cooperativa que coleta o lixo reciclável duas vezes por semana em meu condomínio.
    É uma ideia simples que ajuda muito os ex catadores de papelão.
    Suas ideias de lixeiras são muito interessantes.
    Acho ótima a ideia de embutirmos a lixeira em um dos compartimentos do móvel da cozinha como mostra uma das fotos.
    Beijos e ótima noite!

    ResponderExcluir
  3. É isso ai amiga...fico feliz que todos se engajem mesmo nessa luta. Vamos aqui em Brasilia ser exemplo de coleta seletiva assim como somos na questão das passagem de pedestre. Fiz um post a respeito desse assunto pra ajudar a separar o lixo corretamente. Veja em http://architetandoverde.blogspot.com/2011/06/o-que-e-o-que-nao-e-reciclavel_13.html
    Um grande beijo

    ResponderExcluir
  4. Mais do que nunca, reciclar é preciso! Adorei o post!
    :D

    http://esemeudivafalasse.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  5. Oi Carla, infelizmente na minha cidade ainda não tem coleta seletiva, mas aqui em casa já temos o hábito, há bastante tempo,de separar o lixo, pois tem muitos catadores na cidade, então, já estamos fazendo a nossa parte.
    E adorei suas imagens, eu ainda não tenho uma lixeira linda dessas, mas...
    Bjusss

    ResponderExcluir

Agora me contem o que acharam do post!!