Páginas

quarta-feira, 28 de janeiro de 2015

Cobogós dentro e fora de casa + Pesquisa de Mercado Arquitrecos

Os cobogós, também chamados de elementos vazados, são alternativas versáteis e criativas para dividir ambientes garantindo ventilação, iluminação e uma dose de privacidade sob medida. Em Brasília, cidade em que moro, este elemento é muito usado graças à arquitetura moderna de Lúcio Costa onde o uso frequente se dá principalmente nas fachadas dos edifícios das superquadras, garantindo ventilação e iluminação tanto para áreas de serviço quanto para espaços de circulação das edificações originais.

Antigamente este material era mais facilmente encontrado em concreto aparente ou blocos cerâmicos, o que acabava restringindo um pouco o seu uso a áreas externas ou espaços de serviço. Os novos modelos e materiais, especialmente os multicoloridos cobogós de louça ampliaram a variação deste uso levando o cobogó a ser usado como elemento arquitetônico na decoração dos ambientes.

Imagem: Referans Design Blog


Imagem: Referans Design Blog


Imagem: Referans Design Blog


elemento vazado lua, cobogó
Imagem: Lajotelha

Apesar de acreditar em matéria de decoração não se deve ficar restrito a regras ou modismos, acredito que é sempre importante no uso de qualquer material, pensar no equilíbrio deste com o restante do espaço em que se insere. Especialmente no caso do cobogó, por ser um elemento com desenho marcante e com trama que se repete, é importante que o espaço tenha características que equilibrem o conjunto, como poucos móveis ou superfícies lisas, sem excesso de desenhos ou texturas, para garantir o destaque ao material e evitar um visual cheio de informações.

Parque das Hortênsias / • sub estúdio • #cobogo #banheiro #bathroom


Imagem: Arquitetura e Construção


Cobogó
Imagem: Arquitetura e Construção


Acho incrível estas alternativas de uso do cobogó definindo um hall de entrada, evitando a visão direta do espaço através da porta da rua.

Imagem: Casa de Valentina 


Apartamento grande todo dedicado à arte em Belo Horizonte - Casa
Imagem: Casa Abril


Nesta área de serviço o cobogó de concreto foi pintado na cor turquesa.

Uma peça de concreto moldada na obra faz as vezes de bancada, com um tanque embutido. Pastilhas cobrem a superfície: “O tom escuro é mais adequado ao local, onde são manipulados produtos químicos”, explicam os arquitetos Gabriel Magalhães e Luiz Claudio Souza.
Imagem: Casa Abril


Cozinha - Alternativa para ocultar a área de serviço mantendo a iluminação e ventilação naturais.

01-cozinha-mistura-cobogos-trenstone-e-azulejos-estampados
Imagem: Casa Abril


Quarto - Transição para a área de jardim de inverno

Imagem: Casa Abril


Nas áreas externas e fachadas o cobogó garante grandes superfícies ventiladas e com desenho arquitetônico interessante.

Imagem: Referans Design Blog


Imagem: Decora.me


Atração deste hall em São Paulo, os elementos vazados de louça esmaltada (25 x 25 cm) garantem a privacidade do local. A arquiteta e paisagista Mônica Rio Verde elegeu o modelo Folha preto, da Cerâmica Martins (R$ 30 cada um).
Projeto Mônica Rio Verde - Imagem: Casa Abril



#facade #fachada Casa de Valentina - Estilo por fora, conforto por dentro. www.casadevalentina.com.br
Imagem: Casa de Valentina


Pequenas paredes divisórias ou simples aberturas para ventilação são valorizadas pelo desenho e cores do material. Os cobogós em louça têm o benefício extra de serem mais fáceis de lavar, o que é ideal principalmente para superfícies de difícil acesso.

Studio-Bomba-coffee-bar-and-shop
Imagem: SF by Girl


Na parede entre a sala e a cozinha, cobogós. Foto: Zeca Wittner/Estadão
Imagem: Blog Estadão


Imagem: Pinterest


cobogó




Projeto SuperLimão


Imagem: Archiproducts



PESQUISA DE MERCADO ARQUITRECOS - Elementos vazados / Cobogós
(Pesquisa baseada em alternativas encontradas no mercado sem vínculo financeiro com as respectivas lojas)
(Não é publieditorial)




Elemento Vazado Louça Esmaltado Folha Branca 25,5X25,5X7,5cm Martins

ELEMENTO VAZADO CERAMICA RETO FLOR ALTURA 18,00 CM COMPRIMENTO 18,00 CM LARGURA 7,00 CM

Cobogó Sensation - Solarium - 40x40x6cm




Cobogó Luna - Solarium - 40x40x6cm




Elemento vazado louça - Folha Azul Cobalto - Cerâmica Martins
25x25x8cm




elemento vazado lua
elemento vazado lua, cobogó


Grande abraço a todos!!!


segunda-feira, 26 de janeiro de 2015

(Editado) Varandas Gourmet: Perfeitas para receber + Projetos Arquitrecos + Pesquisa de Mercado

(Edição: Inclusão da resposta da Brastemp sobre o cooktop churrasqueira no fim do post)

Uma nova rotina na vida das pessoas, em grande parte das vezes resulta em novas soluções de decoração e arquitetura. Um exemplo muito adequado a este tema são as varandas gourmet e o destaque que estes espaços de lazer conquistaram nas casas das pessoas nos últimos cinco anos principalmente. 

Os espaços de lazer em casas são mais versáteis e podem incluir churrasqueiras, fornos de pizza e outros recursos que a imaginação mandar, pois geralmente são espaços abertos e com uma distância confortável das casas vizinhas.







Um pouquinho mais limitado é o espaço gourmet na varanda de apartamentos, pois é muito importante que a churrasqueira tenha um sistema de exaustão instalado previamente pela construtora para evitar que a fumaça incomode os vizinhos dos andares superiores. Caso o apartamento não tenha estes dutos instalados uma alternativa é usar churrasqueiras elétricas com depósito de água que não emitem fumaça. 

Imagem: Pinterest





Este projeto de varanda gourmet de apartamento que vi no Pinterest, na minha opinião é um exemplo perfeito de aproveitamento de espaço com inteligência. São muitos os detalhes a considerar e que fazem toda a diferença para que o espaço pareça maior e seja ao mesmo tempo muito funcional. Vejam porque:
  1. Armários abertos tanto sob a bancada quanto na parede superior;
  2. Churrasqueira tipo cooktop embutido na bancada (modelos similares na Pesquisa de Mercado);
  3. Bancada instalada no parapeito liberando o espaço central da varanda;
  4. Bancos baixos de pequenos volume que podem ficar espalhados pela casa no dia a dia.

Imagem: Pinterest


Abaixo imagens de maquete de dois projetos meus. O primeiro tem componentes bem parecidos com a imagem anterior, especialmente os armários abertos e o cooktop churrasqueira. Querem saber outra dica que torna qualquer varanda muito utilizada no dia a dia? Uma adega e/ou uma cafeteira de expresso. O espaço se transforma em um verdadeiro refúgio de relaxamento para todos os dias. Chegar, tirar os sapatos, apreciar a vista bebendo um cafezinho ou uma taça de vinho... Alguém ainda tem alguma dúvida por que amo tanto manter as varandas abertas? É irresistível!!



Este projeto é de 2009, uma varanda mais espaçosa com direito a mesa de 06 lugares e três ambientes. Este cantinho é reservado ao churrasqueiro, contando ainda com um balcão com rodízios que funciona como aparador junto às paredes no dia a dia, cooktop comum e adega sob a bancada com armários em madeira de demolição. As portas em vidro suavizam o material e deixam o conjunto mais leve e refinado.



PESQUISA DE MERCADO ARQUITRECOS -  Cooktop Churrasqueira
(Pesquisa baseada em alternativas encontradas no mercado sem vínculo financeiro com as respectivas lojas)
(Não é publieditorial)











Questão fumaça: Mandei uma consulta a um fabricante para descobrir se no lugar da pedra vulcânica podemos usar água na bandeja, pois assim a carne assa apenas através do calor da resistência elétrica (o mesmo princípio das churrasqueiras de mesa) e não emite fumaça. Editei o post e a resposta da Brastemp está transcrita abaixo. Infelizmente este modelo não permite o uso com água...

RESPOSTA BRASTEMP: "Carla, verificamos que não é recomendada a substituição das pedras vulcânicas pela água no uso do cooktop churrasqueira (BDH30A). O produto não foi fabricado para funcionar dessa forma e não há testes que comprovem eficiência, qualidade e segurança no uso com a água, tudo bem? Seguimos à disposição caso tenha mais dúvidas."

Grande abraço a todos!!!

quinta-feira, 22 de janeiro de 2015

Lenços e bandanas: Da moda à decoração

Apesar do mil tutoriais que vemos por aí ensinando como usar lenços das mais diversas maneiras, este é um acessório de moda que definitivamente eu não consigo usar de jeito nenhum! E acho realmente uma pena, porque as estampas são um espetáculo de cores e formas, disponível em todas as faixas de preços. Então que forma melhor de aproveitá-los que expor a sua bela coleção na decoração?

Confesso que a minha opção preferida é emoldurar o lenço, criando verdadeiras obras de arte. Um cuidado especial, principalmente em lenços de tecido muito leve, é utilizar um fundo com com semelhante à cor de fundo do lenço, para não alterar a cor da estampa. Depois,  basta encontrar uma moldura leve que harmonize com o tema e pronto: praticamente uma peça de arte!

Imagem: Criando com Design


Imagem: Morar Kallas


Não importa o formato, as dimensões, as cores... bem, a composição pode ficar muito bonita.

Imagem: Cheap Chic Life


Imagem: The Decorista


Imagem: Snob Fashion Blog


Imagem: Imagem: Morar Kallas


Imagem: Cheap Chic Life


Imagem: Casa Sugar


Imagem: Tangerine 01


Imagem: Morar Kallas


Imagem: Criando com Design


Imagem: Slim Paley


Mesmo lenços de bolso simples, em algodão, podem ser emoldurados e criar uma bela parede cheia de memórias sem danificar o material original. Melhor ainda se o vidro for anti reflexo.

Imagem: Martha Stewart


Imagem: Pequeno Mundo Meu Lar


Imagem: Style Files


E as nossas velhas conhecidas bandanas...

Podem alegras as almofadas assim, simplesmente com uma amarração simples! 

Imagem: Creative Jewish Mom


Ou se transformar em uma colorida manta. 

Imagem: Ellens Creative Passage


Uma simples fita fixada na cintura e a bandana se transforma em um avental estiloso.

Imagem: Martha Stewart


Esta eu fiz lá em casa e adoro!! Um caminho de mesa super colorido!

Imagem: Martha Stewart


Esta dica está super fácil de copiar não é? Nem precisa de pesquisa de mercado, afinal o legal é aproveitar os lenços que você tem em casa e se divertir colorindo a sua casa.

Grande abraço a todos!!!