Páginas

quinta-feira, 22 de fevereiro de 2018

Dicas e benefícios do Quarto Montessoriano

Imagem: Brandani Decore

Vou iniciar algumas alterações em um quarto de bebê, adaptando o espaço ao crescimento da criança que agora tem dois anos, e uma opção que encontramos foi o conceito do quarto Montessoriano. Isso porque uma das principais características deste quarto na minha opinião é estimular o desenvolvimento e autonomia da criança. Levantar sozinho, se vestir, ler, desenhar, explorar, brincar, e principalmente ter o local correto para organizar tudo depois.


Imagem: Entre Mães e Filhos


Um quarto montessoriano é um espaço onde tudo está ao alcance de uma criança e que é projetado para atender e promover seu crescimento pessoal. Como Maria Montessori, a criadora desse conceito de quarto, disse: “Devemos dar à criança um ambiente que ela possa utilizar sozinho: um pequeno espaço para brinquedos próprio, uma mesa com gavetas que ela possa abrir, objetos de uso comum que ela pode operar, uma cama pequena na qual ela pode dormir de noite sob um cobertor atraente, um local onde ela pode se dobrar e se espalhar sozinha. Devemos dar a criança um ambiente no qual ela pode viver e brincar por conta própria, e então vamos presenciar essa criança com a mão na massa o dia inteiro, aprendendo a fazer cada pequena coisa por conta própria, mas é claro, contando com o nosso olhar cuidadoso”. (Fonte: Mãe Blog)

Imagem: Mãe Blog

Imagem: Tua Casa

Vou exemplificar com imagens de acordo com os passos básicos que retirei do site Mãe Blog:

PASSO 1: Removendo itens desnecessários

Um dos principais pontos de um quarto de estilo montessoriano é o fato de que eles encorajam a simplicidade. O quarto deverá ser configurado sem um excesso de brinquedos, móveis volumosos e uma desordem gerada pelos pequenos. Esse deve ser um ambiente simples e direto que é servido e pensado apenas na criança – com seus brinquedos e sua leve desorganização, mas onde aos poucos, seu próprio filho irá aprender a lidar e a organizar à sua maneira.

Imagem: Click Interiores

PASSO 2: Abandonando o berço

Uma das principais transições que você pode enfrentar utilizando um quarto montessoriano é a remoção do berço. Colocar o colchão diretamente no chão parece um pouco louco no início, mas você irá ficar em choque com a rapidez com que isso irá começar a fazer sentido, uma vez que agora seu próprio filho pode decidir quando se deitar, e entrar e sair do colchão em segundos, sempre que quiser, e você irá perceber como isso irá deixa-lo feliz. Essa mudança realmente dá a criança uma sensação de independência em um ambiente que se adapta à sua estatura física.
Imagem: Lápis de Mãe

PASSO 3: Organizando brinquedos e livros

O ideal no quarto montessoriano é organizar as prateleiras com brinquedos por tipo, onde a criança terá muitas opções, mas não tantas assim, e você irá descobrir que esta configuração alivia a sobre-estimulação da criança e também torna a limpeza e a organização fáceis, e em breve você irá perceber que a própria criança já sabe qual é o lugar de cada brinquedo. Quanto aos livros, é interessante colocar algumas cestas de livros em todo o quarto, dando fácil acesso a criança, e permitindo que ela escolha seus favoritos por conta própria quando chegar a hora da história.


Imagem: Sadalewis


Imagem: Lápis de Mãe

PASSO 4: Onde você vai trocar as fraldas do seu bebê?

Quais são suas experiências pessoais com as mudanças de fralda de uma criança? Muitas mamães normalmente trocam as fraldas de seus filhos em locais altos, e isso torna o processo mais suscetível a quedas. Nesse sentido, outra boa característica do quarto montessoriano é que você deve escolher trocar as fraldas do seu filho no chão. Dessa maneira, você pode deixar as fraldas e outros produtos em uma simples cômoda alta, e na hora de trocar as fraldas você deverá fazer isso no chão. E quais são os benefícios disso? A criança além de se sentir mais confortável, participa mais do momento e você tem segurança para fazer a troca!  Uma pesquisa da Sociedade Brasileira de Pediatria mostra que “Cerca de 35% das internações de crianças com menos de um ano na UTI ou Unidade de Tratamento Semi-intensivo foram provocadas por quedas de trocadores”.

Imagem: Maternidade Colorida

PASSO 5: Organize bem as roupas da criança

Inicialmente você deve tentar remover o máximo de coisas possíveis de um quarto montessoriano, deixando-o realmente leve e simples, porém, você provavelmente ainda vai precisar de um local para guardar as roupas da criança. Você pode utilizar a cômoda alta onde irá deixar as fraldas, por exemplo, e guardar as roupas de dia-a-dia nas gavetas inferiores dessa cômoda. Uma vez que a criança fica um pouco mais velha, é hora de começar a deixa-la escolher suas roupas, e por isso é interessante que elas estejam ao seu alcance.

Imagem: Brandani Decore


Imagem: Entre Mães e Filhos

PASSO 6: Deixe a decoração um pouco de lado

A decoração do quarto montessoriano do seu filho poderá ser simples, isso porque você deverá focar nas necessidades da criança, mas isso não quer dizer que você não pode colocar um papel de parede bonito e fazer um quarto temático. O que você deve agora, é economizar em grandes planos de decoração, mais uma vez focando na simplicidade do quarto, deixando que os brinquedos do seu filho deem o tom.

Imagem: Limão N'Agua

PASSO 7: Preste atenção aos pequenos detalhes

Ao passo que você deve economizar em grandes planos de decoração, você pode ter ideias em relação a pequenos detalhes que fazem a diferença. Por exemplo, colocar alguma iluminação temática pode ajudar na criatividade da criança.

Imagem: Brandani Decore

PASSO 8: Crie um espaço onde seu bebê possa se sentar, folhear livros e desenhar

Deve ser difícil ser uma pessoa pequena em um mundo adulto, e por isso você deve pensar que seu filho deverá ter um local do tamanho dele, onde ele simplesmente possa se sentar e brincar. Escolha uma pequena mesa e uma cadeirinha de acordo com a idade dele e agora ele tem um local para se sentar, pegar seus livros preferidos para folhear e para desenhar.

Imagem: Brandani Decore

Imagem: Brandani Decore
  • Barras nas paredes: As barras de segurança facilitam o aprendizado de se colocar de pé e também dos primeiros passos. E criança poderá fazê-lo ao seu tempo e mesmo sem a interferência de um adulto, de forma muito mais autônoma então. (Fonte: Psicologia Acessível)

MONTESS BARRA


  • Espelho: Deve ser colocado na altura da criança, inicialmente na horizontal e, conforme a criança for crescendo, virá-lo para a posição vertical, possibilitando que ela se veja sozinha e possa se reconhecer. Claro que o espelho deve estar muito bem fixado na parede e deve ser resistente, em material acrílico, evitando risco de acidentes.

MONTESS ESPELHO 2
Imagem: maezando.com.br

Por fim, a regra básica do quarto montessoriano é manter a simplicidade e pensar nas necessidades do seu filho. Siga as nossas dicas acima, pense em um quarto que facilite a vida da criança e que ao mesmo tempo encoraje ela a ter mais liberdade, aprendendo mais rápido. Mais ideias lindas para inspirar:

Imagem: Brandani Decore
  

Imagem: Tua Casa

Imagem: Tua Casa


Imagem: Westwing


Imagem: Brandani Decore


Imagem: Brandani Decore


Imagem: Maternidade Colorida


Imagem: Limão N'Agua


Imagem: Wordpress


Imagem: Brandani Decore
  

Imagem: Limão N'Agua


Imagem: Brandani Decore
  

Imagem: Tua Casa

sexta-feira, 9 de fevereiro de 2018

Um cantinho discreto para a caixa de areia do seu gatinho

Dúvida cruel para a maioria das pessoas que adota um gatinho: Ele se sente sozinho? Eu divido nossa casa com dois gatinhos e decidi logo cedo por ter uma dupla. Eles adoram brincar, fazem tudo juntos e é muito divertido vê-los interagir. O único problema? A bendita caixa de areia.

Isto porque o indicado é ter mais de uma ou duas caixas pela casa, o que não é uma tarefa fácil, pois o ambiente natural para esta função, que geralmente é a área de serviço, acaba ficando pequena para tantas caixas... a solução? Caixas de areia em outros ambientes da casa. Arrepiou só de imaginar?? Eu vou te ajudar a resolver.

Observem o exemplo desta primeira ideia aproveitando um vão sob a escada. Com todo este espaço é possível até ter duas áreas separadas, uma para a cama e outra para a caixa, sem que os odores da caixa se espalhem facilmente pela casa.

Imagem: Remodelista

Muitas das soluções sugeridas, principalmente em pequenos móveis adaptados, são previstas para serem usados em qualquer ambiente da casa. A gente bem sabe que nas áreas sociais é um pouquinho complicado, que mesmo com todo o cuidado com a limpeza da caixa o cheiro acaba incomodando. Mas vale a pena tentar usar em um cantinho mais ventilado junto às janelas ou mesmo em áreas de varanda.

Imagem: Casa Claudia


Imagem: Agenda Pet

Dá para camuflar direitinho e seu gatinho fica se achando o dono do pedaço!

Imagem: Casa Claudia


Quando a única solução for acomodar o móvel da caixa na área social ou mesmo em um dos quartos da casa, a opção é fazer o mais fechado possível (e bonitinho também ;)), para evitar que o cheiro da caixa se espalhe no ambiente. E cuidado redobrado na limpeza da areia. Nestes móveis fechados é sempre feita uma portinha lateral para dar acesso ao gatinho de forma discreta. Eles adoram!

Imagem: Apartment Therapy


Imagem: Casa Claudia


Imagem: Casa Claudia


Neste armário a abertura foi adaptada na lateral, camuflada pelo banco de madeira.

Imagem: Casa Claudia

Imagem: Casa Claudia


Imagem: Casa Claudia


A cortina parece uma medida desesperada, mas é bem engraçada não é?

Imagem: Nafolkelore 


Imagem: Casa da Idea


Quando for possível, os lugares ideais são certamente a área de serviço ou mesmo o banheiro, por serem áreas molhadas, de fácil limpeza e de curta permanência.

Imagem: Casa Claudia


Imagem: BHG


Imagem: Homesalives


Este móvel para o banheiro é um bom exemplo de aproveitamento de espaço e ótimo local para a caixa de areia sem riscos de resíduos espalhados pelo piso.

Imagem: Moblichkeiten


Cantinho camuflado previsto desde o projeto!

Imagem: Portobello


Este vaso de planta foi fabricado para camuflar a caixa de areia, mas acho a ideia fácil de adaptar usando modelos convencionais de vasos para plantas em materiais plásticos. Basta virar a abertura para a parede e ninguém nem vai saber que ali tem um banheiro de gato!


Imagem: Mini Apartamento


Imagem: Apartment Therapy

E como não resisto a ideias interessantes...
Que tal esta tendinha para o seu gatinho???
Imagem: Etsy

Ou forrar um cone plástico com corda e criar o arranhador mais fofo?!!

Imagem: Gateiros

Seu gatinho (e seu sofá também) agradece!

Imagem: Gateiros


Imagem: Jardiland

Grande abraço a todos!!!