.post img { max-width: 500px; height: auto;

terça-feira, 25 de agosto de 2015

Piso laminado, vinílico ou carpete: qual o ideal?

A resposta é simples: Todos!! Isso porque a tecnologia na fabricação dos pisos tem garantido um padrão de excelência nestes materiais, tanto no aspecto de durabilidade quanto na garantia de fabricação, além da utilização de materiais sustentáveis de forma a otimizar as matérias primas de fabricação e facilitar a vida dos usuários com produtos de fácil manutenção e limpeza. O que nos resta é bastante simples: escolher entre a infinidade de alternativas disponíveis no mercado adequando à decoração e ao seu estilo de vida.

Para facilitar a escolha vou falar um pouco sobre cada tipo de piso e indicar o link da loja virtual ZBLU, que tem o foco em soluções de revestimentos de interiores apresentando diferentes opões de pisos em manta, placa ou régua em diversas marcas, com atendimento para orçamento on-line e até envio de amostras grátis!!


Na minha opinião o piso laminado evoluiu muito, principalmente no que diz respeito ao aspecto da madeira que tem sido apresentado com texturas, garantindo um visual mais natural ao material. Principalmente em reformas de áreas como quartos onde o fluxo não é intenso e não há umidade é um material excelente e de ótimo acabamento.


Composição: Pisos compostos em camadas de celulose e painel de alta densidade produzido a partir de madeira certificada. A camada superior tem alta resistência a riscos e abrasão e tem baixa porosidade, evitando a absorção de líquidos. 
Apresentação: São geralmente vendidos em réguas com encaixes do tipo macho-fêmea com espessura de 8mm e instalados sobre mantas de poliestireno expandido para funcionar como uma barreira acústica.
Limpeza: Utilizar aspirador de pó, vassoura de cerdas macias ou pano torcido sem cera ou silicone. 
Cuidados: Não expor o piso a grandes quantidades de água ou qualquer outro líquido.





PISO VINÍLICO 

Padrão madeira - O piso vinílico padrão madeira foi um dos que mais avançou em termos de alternativas para o consumidor, especialmente com relação ao seu aspecto sustentável e sua excepcional garantia  de fabricação de 15 anos. É um piso de alta qualidade e durabilidade e tem entre suas grandes vantagens três principais no meu ponto de vista: 01) como é muito fino, não demanda réguas de adaptação de desnível nas portas; 02) São muito fáceis de limpar e 03) são confortáveis ao andar, absorvem o barulho das pisadas, mesmo de salto alto.


Projeto: Marcelo Rosembaum

Composição: Pisos produzidos a partir de PVC reciclado e tem garantia de fabricação de 15 anos. O material é super leve e sua camada superior tem alta resistência a riscos e abrasão. 
Apresentação: São vendidos em mantas (rolo), placas e réguas simples (espessura 3mm) ou de encaixe no sistema click (espessura 4 mm). São instalados sobre uma camada de regularização em PVA para corrigir as imperfeições do contrapiso ou do piso pré-existente.
Limpeza: Pode ser lavado, usar detergente neutro.
Cuidados: Evitar o uso de solventes e derivados de petróleo na limpeza ou remoção de manchas.


Além de tudo, devido à ampla variedade de cores e texturas e à facilidade de instalação que é feita com cola especial, o revestimento pode ser aplicado nas paredes ampliando as possibilidades na decoração sem a necessidade de aplicação de argamassa de regularização.



Padrão liso - O piso vinílico liso é um padrão que existe há muitos anos e resiste muito bem ao tempo, tanto que é usado com grande frequência na arquitetura corporativa, por ser de alta durabilidade. Atualmente, descobrindo estas vantagens que tornam o piso de alta viabilidade e retorno econômico, tem sido usado largamente na decoração de interiores de espaços residenciais, bastando para isso usar a imaginação e criar paginações interessantes. Observem os shoppings e academias, a maioria opta por este piso de qualidade singular e fácil reposição.



Projeto: Marcelo Rosembaum



O carpete é um tipo de piso que passou por uma fase em que sofreu grande preconceito, especialmente no que se refere às preocupações com a saúde e mais uma vez a tecnologia fez o seu papel e trouxe avanços importantes para este material. O carpete têxtil atualmente é oferecido em novas fibras e métodos de fabricação, garantindo suas características anti-alérgicas além de suas propriedades de isolamento térmico e acústico que os torna materiais insubstituíveis em alguns tipos de demandas. 


A aplicação que mais indico para este material são definitivamente os closets e quartos de criança. Isso porque são ambientes onde o "andar descalço" é parte do bem estar do ambiente e no caso do quarto de criança um aspecto importante de segurança. Um carpete têxtil de boa qualidade é totalmente viável, demandando nada mais que um cuidado básico de limpeza que é o uso do aspirador de pó pelo menos duas vezes por semana. Atualmente o carpete é fabricado também em placas, o que além de ampliar as possibilidades de composição de cores do piso facilita a substituição de qualquer trecho que possa ser danificado com o tempo. Funcional e sustentável!


Um serviço super interessante prestado pela ZBLU é o envio de amostra grátis do piso desejado, que consiste no contato do cliente com a empresa através do preenchimento de um formulário onde é informado o piso especificado e encaminhado o arquivo com o projeto. A amostra é enviada pela loja através de SEDEX. A principal vantagem de receber uma amostra do piso é a de testar a cor e qualidade do material em comparação com os demais acabamentos do ambiente para que tenha uma base concreta para uma decisão definitiva.





4 comentários:

  1. Oi Carla... Adorei a dica no post. Confesso que, morando no Brasil, o carpete/tapete não seja lá muito usual hoje em dia, principalmente porque, como bem assinalou, uma evolução enorme aconteceu nos revestimentos (acho carpete algo que aquece muito e morando em um país dos trópicos...).

    Só faço aqui uma ressalva para quem vai trocar o piso de sua casa: pelo amor de quem reside embaixo, não coloquem piso frio na sala e quartos. Zizus do Céu, além do som vazar todo para os vizinhos, qualquer grão de areia que cai, parece, a quem está embaixo ou ao lada, que caiu uma bigorna. Incômodo desnecessário aos que habitam a sociedade vertical e as futuras reclamações. Sofremos horrores com isso aqui. É inervante. De verdade!

    beijos mais.

    ResponderExcluir
  2. são lindos, né?
    adorei as dicas!
    bj

    ResponderExcluir
  3. Olá Carla, adorei as dicas. Eu tenho algumas dúvidas em relação a esses pisos... é possível aplicá-los sobre tacos? é possível removê-los sem danificar o piso original? Eu moro de aluguel e esse tipo de solução é excelente para deixar a casa com a minha cara, porém existe a preocupação de retornar o imóvel às mesmas condições ao final do contrato. Obrigada.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bom dia Juliana!! Não é aconselhável instalar este tipo de piso vinílico aplicado com cola sobre tacos, mas existe a versão click que é instalada com um encaixe macho e fêmea que dispensa o uso de cola e você pode remover quando sair do imóvel. Ele é um pouco mais caro que o cocmum porque é mais espesso.

      Grande abraço!

      Excluir

Agora me contem o que acharam do post!!