.post img { max-width: 500px; height: auto;

sábado, 8 de dezembro de 2012

Niemeyer e suas igrejas. Homenagem ao gênio.

Pensei em uma forma de homenagear este arquiteto tão significativo para nossa história e registrar este momento de grande perda para a arquitetura mostrando um pouco de suas igrejas e a liberdade de suas formas, minhas obras preferidas de seu acervo. Estudar a arquitetura de Niemeyer participando dela no dia a dia, ouvir todas as vertentes existentes a respeito de sua obra e a eterna controvérsia entre forma x função, aliadas ao urbanismo inovador de Lúcio Costa sempre foram alguns dos motivos do meu amor por esta cidade e uma das razões pelas quais um grande grupo de arquitetos e urbanistas da cidade lutam tanto por manter a integridade de sua obra. A maior parte destas obras já são velhas conhecidas de todos, mas algumas ainda são desconhecidas da maioria.
 
Em 2011 Oscar Niemeyer lançou um livro que reúne os projetos que fez de templos religiosos, uma parcela importante de sua vasta obra. As Igrejas de Oscar Niemeyer, lançado na galeria de arte da filha do arquiteto, Anna Maria Niemeyer, traz imagens coloridas de 16 catedrais, igrejas, capelas e outros templos projetados pelo mais importante arquiteto brasileiro, executados ou não.
Niemeyer, que sempre se declarou ateu convicto e comunista, faz no livro um relato emocionante da influência da religião em sua infância e de como isso fez com que se tornasse familiar, para ele, projetar igrejas. “Nasci em uma família muito religiosa. Meu avô era religioso. Na casa onde eu morei, tinha cinco janelas, uma delas transformada em oratório pela minha avó. Tinha missa lá em casa. Era uma coisa muito natural”, conta. (Fonte: Direto da Redação)
 
Começo com minha obra preferida, o Palácio da Alvorada em Brasília, residência oficial dos presidentes do Brasil, onde está a capela mais linda que Niemeyer já projetou em minha opinião.
 
Capela Nossa Senhora da Conceição - Palácio da Alvorada
 
 
A porta de entrada bem como toda a decoração interna foi executada por Athos Bulcão.
 
Capela Nossa Senhora da Conceição - Palácio da Alvorada
 
 
A Igreja São Francisco de Assis da Pampulha, em Belo Horizonte, foi inaugurada em 1943 e é considerada a obra-prima do Conjunto Arquitetônico da Pampulha. Croqui do projeto e fotos da obra.
 
Igreja São Francisco de Assis da Pampulha, Belo Horizonte
 
 
 
Croqui. Igreja São Francisco de Assis da Pampulha, Belo Horizonte
 
 
Interior. Igreja São Francisco de Assis da Pampulha, Belo Horizonte
 
 
A Igreja de Nossa Senhora de Fátima, em Brasília, conhecida como Igrejinha, foi o primeiro templo construído em alvenaria na nova capital. Sua arquitetura faz referência a um chapéu de freiras. Em seu interior e na fachada encontra-se um famoso painel de azulejos de Athos Bulcão.
 
 Igreja de Nossa Senhora de Fátima, Brasília.
 
 
A Catedral Metropolitana Nossa Senhora Aparecida, em Brasília, foi inaugurada em 1970. Tem uma área circular da qual se elevam 16 colunas de concreto. Possui uma estrutura singular e audaz que mostra a genialidade do arquiteto e o caráter inovador do calculista, Joaquim Cardoso.
 
Catedral Metropolitana Nossa Senhora Aparecida, Brasília
 
 
Interior. Catedral Metropolitana Nossa Senhora Aparecida, Brasília
 
 
Fazenda Santa Cecília, Distrito de Vera Cruz, Rio de Janeiro. A capela projetada por Oscar Niemeyer tem painéis autorais em seu interior dedicados à santa. À noite, a luz interna escapa pelas dobras da parede, criando um feixe luminoso na lateral da construção, sob a cúpula iluminada. Os jardins, com pequenos lagos com ninfeias, são de Burle Marx.
 
Fazenda Santa Cecília, Distrito de Vera Cruz, Rio de Janeiro
 
 
Fazenda Santa Cecília, Distrito de Vera Cruz, Rio de Janeiro
 
 
Painel pintado por Niemeyer. Fazenda Santa Cecília, Distrito de Vera Cruz, Rio de Janeiro
 
 
Igreja de São Daniel Profeta, no Rio de Janeiro. Igreja de nave circular projetada por Oscar Niemeyer e construída em 1960 pela iniciativa privada, atendendo ao apelo da então primeira dama do então Estado da Guanabara, senhora Sette Câmara. Hoje, despojada das obras de arte, encontra-se em mau estado de conservação.
Igreja de São Daniel Profeta, Rio de Janeiro.
 
 
 

4 comentários:

  1. OI Carlinha,
    Oscarzinho ( rs ) dispensa comentários, e com tudo que ele era ateu, tinha sensibilidade para traduzir os ensinamentos de uma religião em suas curvas e criatividade nos projetos de igrejas.

    Beijokas e lindo findi !

    ResponderExcluir
  2. Carla querida!
    Linda e merecida homenagem.
    Abraços e uma linda tarde pra ti!

    ResponderExcluir
  3. Bela homenagem, Carla, a um gênio que parecia imortal, mas que, sem ser, se tornou.
    Acredita que não conheço a Igreja da Paupulha? Falha no currículo, (disfarça) que pretendo corrigir em breve!
    Abraço!
    Jussara
    P.S.: Tem sorteio de uma boneca de pano no minasdemim... espero você!

    ResponderExcluir
  4. Demais!
    Há alguns anos houve uma exposição maravilhosa de Oscar em Copenhague.
    Orgulho máximo!

    Beijo

    ResponderExcluir

Agora me contem o que acharam do post!!